Guilherme Boulos 

os sem tetos são vagabundos?

“Vagabundos” é apenas um dos insultos que quem ignora a luta por moradia costuma agredir na tentativa de desmoralizar o movimento. “Terroristas”, “massa de manobra”,“baderneiros que querem tomar o que é dos outros”. Muito cuidado: “eles vão invadir sua casa”…

Por isso não basta que lutemos por nossos direitos, é preciso informar o povo, já que o que não falta são pessoas presas em suas convicções ideológicas dispostas a espalharem fake news.

Entenda o que é e quem participa do MTST:

– A maior parte das pessoas que participam do MTST trabalha, mas não ganha o suficiente para morar dignamente. Veja dados da Pesquisa Dieese na Ocupação Povo Sem Medo.

– Essas pessoas fazem parte do contingente de 7,7 milhões de famílias brasileiras que tem que escolher entre pagar o aluguel ou a comida, ou ainda que sofrem humilhações morando de favor na casa dos outros. São pessoas comuns, que não suportaram mais a vida precária e a omissão do Estado, e por isso se mobilizaram por um direito.

– A ação do MTST é para pressionar o Estado a cumprir essas leis e destinar as áreas para moradia social. O movimento cobra o cumprimento da Função Social da Propriedade, prevista na Constituição e no Estatuto das Cidades e que você pode ler mais aqui.

E assim nasce uma ocupação. Uma reivindicação, uma forma de pressão pública que chama atenção para um direito básico.

Ou você já viu alguém da periferia conseguir sua moradia, com prestações que pode pagar enfrentando o poder público e a especulação imobiliária sozinha?

Guilherme Boulos 

os sem tetos são vagabundos?

“Vagabundos” é apenas um dos insultos que quem ignora a luta por moradia costuma agredir na tentativa de desmoralizar o movimento. “Terroristas”, “massa de manobra”,“baderneiros que querem tomar o que é dos outros”. Muito cuidado: “eles vão invadir sua casa”…

Por isso não basta que lutemos por nossos direitos, é preciso informar o povo, já que o que não falta são pessoas presas em suas convicções ideológicas dispostas a espalharem fake news.

Entenda o que é e quem participa do MTST:

– A maior parte das pessoas que participam do MTST trabalha, mas não ganha o suficiente para morar dignamente. Veja dados da Pesquisa Dieese na Ocupação Povo Sem Medo.

– Essas pessoas fazem parte do contingente de 7,7 milhões de famílias brasileiras que tem que escolher entre pagar o aluguel ou a comida, ou ainda que sofrem humilhações morando de favor na casa dos outros. São pessoas comuns, que não suportaram mais a vida precária e a omissão do Estado, e por isso se mobilizaram por um direito.

– A ação do MTST é para pressionar o Estado a cumprir essas leis e destinar as áreas para moradia social. O movimento cobra o cumprimento da Função Social da Propriedade, prevista na Constituição e no Estatuto das Cidades e que você pode ler mais aqui.

E assim nasce uma ocupação. Uma reivindicação, uma forma de pressão pública que chama atenção para um direito básico.

Ou você já viu alguém da periferia conseguir sua moradia, com prestações que pode pagar enfrentando o poder público e a especulação imobiliária sozinha?