Guilherme Boulos

e o MTST vão invadir minha casa?

Essa dúvida já inicia em cima de um problema que é a dificuldade da maioria de diferenciar o que é invasão e o que é ocupação. Se você quer saber mais sobre invasão, basta pesquisar a forma em que grandes empresários conquistam seus terrenos para garantir maiores lucros, como o Jockey Club que está localizado em cima de um terreno público, sem pagar qualquer tipo de imposto e outros, que vão de shoppings  até celebridades como Luciano Huck.

Por isso, nem o MTST nem o Guilherme Boulos irão invadir sua casa, seu sítio ou seu “apê” na praia, ao contrário, através de ocupação iremos conquistar casas para aqueles que não conseguem entrar nem em um financiamento em qualquer banco nacional.

Nossas ocupações são direcionadas para imóveis abandonados por grandes proprietários que em geral concentram dívidas milionárias com o Poder Público. São imóveis que estão em situação ilegal por não cumprirem a função social exigida pela Constituição e o Estatuto das Cidades.

Através dessas ações como as ocupações, chamamos a atenção do poder público e pressionamos o Estado a cumprir a lei, destinando essas e outras áreas ilegais para a construção de moradias populares.

E isso não é balela ou utopia, com a luta do MTST já foram conquistadas mais de 20 mil moradias em vários estados do Brasil. Conheça alguns casos aqui. Como se diz, um quilo de exemplo vale mais que uma tonelada de argumento.

Infelizmente, boa parte da população não tem acesso a essas informações ou não sabem onde procurar, ficando a mercê de grupos de ódio que usam da comunicação, como o whatsapp, para difundir fake news e garantir o lucro da elite que os financiam.

Guilherme Boulos

e o MTST vão invadir minha casa?

Essa dúvida já inicia em cima de um problema que é a dificuldade da maioria de diferenciar o que é invasão e o que é ocupação. Se você quer saber mais sobre invasão, basta pesquisar a forma em que grandes empresários conquistam seus terrenos para garantir maiores lucros, como o Jockey Club que está localizado em cima de um terreno público, sem pagar qualquer tipo de imposto e outros, que vão de shoppings  até celebridades como Luciano Huck.

Por isso, nem o MTST nem o Guilherme Boulos irão invadir sua casa, seu sítio ou seu “apê” na praia, ao contrário, através de ocupação iremos conquistar casas para aqueles que não conseguem entrar nem em um financiamento em qualquer banco nacional.

Nossas ocupações são direcionadas para imóveis abandonados por grandes proprietários que em geral concentram dívidas milionárias com o Poder Público. São imóveis que estão em situação ilegal por não cumprirem a função social exigida pela Constituição e o Estatuto das Cidades.

Através dessas ações como as ocupações, chamamos a atenção do poder público e pressionamos o Estado a cumprir a lei, destinando essas e outras áreas ilegais para a construção de moradias populares.

E isso não é balela ou utopia, com a luta do MTST já foram conquistadas mais de 20 mil moradias em vários estados do Brasil. Conheça alguns casos aqui. Como se diz, um quilo de exemplo vale mais que uma tonelada de argumento.

Infelizmente, boa parte da população não tem acesso a essas informações ou não sabem onde procurar, ficando a mercê de grupos de ódio que usam da comunicação, como o whatsapp, para difundir fake news e garantir o lucro da elite que os financiam